Afinal, aplicam hormônio no frango?

Mesmo com diversas campanhas desenvolvidas para combater esse mito, ainda muitos consumidores acreditam que o fato das aves terem um rápido crescimento,  seja devido ao uso de hormônios durante o processo de criação das aves, porém isto não é verdade. Inclusive esta prática é proibida no Brasil, através da Instrução Normativa 17/2004

Qualquer pessoa, seja profissional ou estudante que tem alguma relação com a avicultura, já teve que responder essa pergunta pelo menos uma vez na vida: “É verdade que utilizam hormônios na criação dos frangos?” Bom, a resposta é simples, trata-se de um mito!

Esta crença se mantém até hoje muitas vezes, devido ao fato das aves atingirem quase 3 Kg em apenas 40 dias, e muitos relacionam esse fato ao uso de hormônios na ave, e como já dissemos, essa é uma inverdade.

Para lhe ajudar a entender melhor, conversamos com um veterinário e ele destaca alguns pontos que ajudam a derrubar a hipótese do uso dos hormônios, como:

  • Preço dos hormônios, é extremamente elevado, inviabilizando completamente todo o processo de criação; 
  • Os mesmos são muito instáveis, principalmente nas temperaturas encontradas durante processamento que ocorre nas fábricas de ração, como a peletização por exemplo; 
  • A possibilidade de serem injetados é totalmente inviável, pois este procedimento exigiria pelo menos uma a cada semana;
  • Custos altamente elevados com mão de obra para se realizar um procedimento como este;
  • Essa prática iria gerar um enorme estresse para os animais;
  • Os hormônios dos machos são diferentes das fêmeas, necessitando assim de reprodução sexuada, no Brasil quase 95% da criação é mista;
  • Está pratica é proibida no Brasil desde o ano de 2004, com a Instrução Normativa 17/2004, a qual proíbe a administração, por qualquer meio, na alimentação e produção de aves, de substâncias com efeitos tireostáticos, androgênicos, estrogênicos ou gestagênicos, bem como de substâncias ß­agonistas, com a finalidade de estimular o crescimento e a eficiência alimentar.

 

Por fim, devemos lembrar que a criação do frango até sua idade de abate, dura em torno de 40 dias, não sendo possível que substâncias como os hormônios, façam qualquer efeito significativo durante este curto período.

Na verdade o que proporciona este crescimento rápido em pouco tempo são os avanços e transformações que ocorreram principalmente no processo de melhoramento genético, assim como em nutrição, manejo e ambiência.

Muito esforço, dedicação e genética

Falando resumidamente do processo melhoramento das aves. Ele ocorre a partir do cruzamento de raças puras, e a partir destas são selecionadas as características desejadas tanto por parte do consumidor quanto pela agroindústria, como rápido crescimento, desenvolvimento muscular e eficiência alimentar.

Após todo o processo de seleção, inicia-se a reprodução das chamadas linhagens, que darão origem aos frangos, os quais serão muito bem cuidados na granja, com controles de temperatura e umidade, qualidade da água oferecida aos animais, alimentação balanceada e toda a atenção de nossos produtores e técnicos por todo país.

E com todos esses cuidados e com todo este processo longo e complexo, é possível que o frango atinja o peso ideal, garantindo assim um alimento de qualidade para milhões de pessoas por todo o mundo.

Estamos tratando de mais uma “Fake News do Agro”, porém é sempre importante que a combatamos para que os consumidores não deixem de consumir este tipo de proteína devido a desinformação. 

Nosso alimento é muito seguro, nossa produção chega a mais de 140 nações pelo mundo, estamos entre os maiores produtores de carne de frango e somos o maior exportador desta proteína.

Faça também a sua parte!

Cada profissional ou estudante que está envolvido com a avicultura sabe o quão recorrente é esta dúvida e deparar-se com ela no dia a dia é bastante comum, dessa forma o trabalho de cada um no processo de transmissão da informação correta para os consumidores é tão importante. E mesmo pessoas de outras áreas também podem ser porta vozes, pois o alimento é essencial para a vida e a informação correta nunca é demais.

E para garantir a informação de credibilidade a todas as pessoas foi que surgiu o Avicultura Blog, aqui você encontra o que precisa saber sobre o setor e ainda pode tirar aquela dúvida simples mas que pode fazer toda a diferença.

Para não perder nenhum conteúdo, nos siga em nossas redes sociais. Continuamos juntos ajudando a fortalecer cada vez mais a produção avícola, pois a Avicultura é nossa paixão!

FONTES DE PESQUISA: Fonte1 | Fonte2 | Fonte3 | Fonte4

Comentários: