Sexagem na avicultura: você conhece todos os métodos?

Na avicultura industrial, quando se planeja a venda e exportação de frangos de corte, a preferência se dá pelas aves do gênero feminino.

Na avicultura industrial, quando se planeja a venda e exportação de frangos de corte, a preferência se dá pelas aves do gênero feminino.

E essa escolha, claro, tem motivos. O principal, é a credibilidade que o produtor ganha ao conseguir oferecer lotes mais homogêneos e padronizados, o peso médio varia pouco e se adequa às preferências do mercado.

Outro motivo, é otimização na produção. Isso se dá, pois, o manejo das fêmeas é mais simples que o dos machos, elas se desenvolvem em um tempo menor. Além disso, são menos agressivas que os machos, que necessitam de estruturas maiores (piso, comedouros e bebedouros).

Por último, a redução nos custos de produção. Além da economia em espaço e estrutura citados acima por conta do comportamento das fêmeas, após a terceira semana de seu desenvolvimento, as fêmeas reduzem a exigência de nutrientes, resultando em custo de alimentação menor (o produtor pode fornecer uma ração específica, reduzindo desperdício e gastos).

Agora que já sabemos os motivos e as vantagens da seleção do sexo das aves, vamos aos diferentes métodos de separação que podem ser utilizados na avicultura:

🔵 Sexagem por empenamento: Consiste na separação de machos e fêmeas a partir da análise das penas. No primeiro dia de vida, pintinhas e pintinhos apresentam duas fileiras de penas nas pontas das asas. O funcionário da granja deve observar se a fileira inferior (mais próxima do corpo) é mais longa que a superior (mais externa), se for assim, a ave é fêmea. Se as duas fileiras de penas forem do mesmo tamanho, mais uniformes, ou a fileira superior for mais longa, é macho.

Este método tem a vantagem de ter um custo menor, sendo que exige apenas uma equipe treinada que faz a triagem das aves. Uma desvantagem em comparação com os próximos métodos, é que há uma margem de erro humano que varia de 5% a 10% segundo o Médico Veterinário Zootecnista do Avicultura Blog, Dr. Hoovert Alejandro Sanchez.

🔵 Sexagem por coloração de plumagem: Normalmente utilizada na avicultura de postura. Em geral, aves de postura “vermelhas” têm machos com coloração de plumagem mais clara e fêmeas com plumagem amarronzada. E ainda, as fêmeas costumam apresentar duas ou mais listras escuras ao longo do corpo e machos apenas uma ou nenhuma. Nas linhagens carijó, fêmeas são totalmente pretas e machos possuem penas pretas com pintas brancas na cabeça.

🔵 Sexagem pela cloaca: Também realizado nas pintinhas e pintinhos de um dia de idade, é um método que consiste na observação da cloaca. A cloaca é revertida e o órgão reprodutor masculino é identificado. Essa técnica, exige uma pessoa especializada em anatomia de aves e com grande treinamento, por isso, é um método mais custoso que o empenamento, porém mais assertivo. Além disso, é um pouco mais demorada que a sexagem por empenamento ou por coloração de plumagem.

🔵 Sexagem por DNA: Bem menos comum, este método é bastante eficaz na identificação do sexo de aves. Ele gera resultados de alta confiabilidade em aves de qualquer idade através de análises genéticas. Normalmente, não é utilizado na avicultura industrial pois é um método caro e que exige análises laboratoriais que levam tempo. É utilizado em aves selvagens/ exóticas.

🔵 Sexagem In Ovo: Ainda muito recente, uma pesquisa que vem da Holanda. Pesquisadores desenvolveram uma nova máquina de triagem para sexagem ainda no ovo. Essa novidade pode resolver o descarte de pintinhos, resultando em redução de abate de 6 a 7 bilhões de pintinhos e redução nos gastos de em média 440 milhões por ano (nos EUA). O método determina o sexo do ovo nove dias após a fertilização através da espectrometria de massa com um biomarcador. A expectativa é que essa tecnologia chegue em breve.

Após essas informações, podemos concluir que para o mercado de exportação, a utilização de aves fêmeas costuma ser prioridade e a sexagem é uma ferramenta essencial na avicultura industrial. É importante avaliar qual método se encaixa melhor com o modelo de negócio e objetivos de sua produção. Todos citados, possuem suas vantagens e desvantagens. A tendência para os anos futuros é que cada vez mais esses métodos se modernizem e fiquem mais eficientes ainda, para tender às expectativas do consumidor e da indústria.

Nos acompanhem em nossas redes sociais, sempre estamos trazendo novidades da Avicultura! É nossa paixão!

FONTES DE PESQUISA: Fonte 1 | Fonte 2 Fonte 3Fonte 4 | Fonte 5

Créditos imagem: Aviagen

Comentários: