Quatro projetos do Fundo JBS pela Amazônia receberão mais de R$ 3 milhões

Instituição asiática realiza maior doação até o momento entre organizações externas; quantia será investida em três anos em projetos de inclusão socioeconômica, novas tecnologias e em P&D 

O Fundo JBS pela Amazônia acaba de receber mais de R$ 3 milhões (valor equivalente a US$ 600 mil) para investimento em projetos no bioma. A doação é da Overseas Resources Foundation Limited (ORFL) e será investida em quatro iniciativas do Fundo. Com exceção da doação inicial da JBS, de R$ 50 milhões, trata-se do maior aporte financeiro até o momento. 

“Empresas e organizações de todo o mundo querem investir na Amazônia para ajudar no enfrentamento do aquecimento global e contribuir com um dos mais importantes biomas do planeta. Os projetos do Fundo abrangem uma diversidade importante do ecossistema da floresta e da bioeconomia regional”, afirma Joanita Maestri Karoleski, presidente do Fundo JBS pela Amazônia. 

A ORFL, que atua no segmento de couros e calçados e trabalha com um processo de produção que utiliza materiais reciclados, é a primeira instituição asiática a investir nos projetos de reflorestamento, ecoeconomia e P&D do Fundo JBS pela Amazônia. A quantia será distribuída ao longo de três anos e, a pedido da organização, será direcionada para os seguintes projetos: 

Projeto Pesca Justa e Sustentável – fortalecerá a cadeia do pirarucu com a compra de uma embarcação para processamento do pescado e estudo de viabilidade para construção de uma indústria de processamento. O projeto terá dois anos e deverá beneficiar 450 famílias. 

Programa Economias Comunitárias Inclusivas, nas Comunidades de Bailique e Beira Amazonas, no Amapá – em três anos o programa deve promover ampliação da renda de 240 famílias locais. Estão previstas a construção de fábrica própria para produção de polpa; a ampliação do portfólio de produtos de maior valor agregado; a elaboração de plano para liofilização do fruto, o que diminui custos da cadeia logística; além da construção de escolas e qualificação de jovens e mulheres para atuar na atividade. 

AMAZ (Aceleradora & Investimentos de Impacto) – primeira aceleradora amazônica de negócios com foco no impacto socioambiental de negócios da floresta. A Amaz fomentará a aceleração de 30 startups em cinco anos que serão apoiadas por um fundo com recursos filantrópicos e investimentos privados, além da capacitação e mentoria nos negócios. 

Parceria Técnica com a Embrapa – a iniciativa vai desenvolver pesquisas e tecnologias para aumentar o valor dos produtos da floresta, com inovações para alimentos plant-based, matérias-primas e insumos feitos a partir de nanofibras vegetais. 

Mais informações sobre os projetos, acesse https://tinyurl.com/3f2wcykn

“Por muitos anos temos apoiado projetos comunitários no Brasil e agora temos o privilégio de trabalhar com o Fundo JBS pela Amazônia. O Programa de Economias Comunitárias Inclusivas melhora a gestão de negócios comunitários e apoia a educação e a participação feminina nos negócios. Apoiamos o projeto de pesca justa e sustentável a exemplo da AMAZ, aceleradora de negócios da Amazônia, gerando empregos e negócios que visam criar soluções para a biodiversidade. Por fim, estamos entusiasmados com a Parceria Técnica com a Embrapa, que visa desenvolver tecnologias para agregar valor aos produtos florestais. Seu objetivo é tecnologias de baixo ou de zero carbono. Todos esses projetos apoiam a comunidade local e a criação de empregos. Estamos felizes com a parceria com o Fundo JBS pela Amazônia”, diz Kim Pleatman, Board member da Overseas Resources Foundation. 

Sobre a Overseas Resources Foundation Limited 

A ORFL atua com responsabilidade com o meio ambiente. Seus negócios priorizam processos inovadores para reduzir resíduos, pegada de carbono, uso de energia, água e produtos químicos. A ORFL apoia projetos de educação e de empoderamento das comunidades. 

Sobre o Fundo JBS pela Amazônia 

O Fundo JBS pela Amazônia é uma associação dedicada a fomentar e financiar iniciativas e projetos que visam ao desenvolvimento sustentável do Bioma Amazônico. A instituição é aberta a contribuições e parcerias da iniciativa privada, do terceiro setor e de grupos multistakeholder. A JBS compromete-se a igualar a contribuição feita em cada doação até atingir R$ 500 milhões. A meta é que os recursos do Fundo atinjam R$ 1 bilhão até 2030. Qualquer instituição ou empresa pode apresentar projetos para solicitar financiamento, desde que tenha CNPJ ativo (ou o equivalente para empresas internacionais). As inscrições podem ser feitas pelo site https://fundojbsamazonia.org/ 

Fonte: Assessoria de Imprensa

Gostou deste conteúdo? Nos siga agora em nossas redes sociais para não perder nossas novidades e informações importantes para o futuro da produção avícola brasileira.

Comentários: