Para onde vai a carne de frango produzida no Brasil?

O Agro brasileiro é responsável por boa parte do alimento que chega à mesa de milhões de pessoas por todo o planeta, com a carne de frango não é diferente. Atualmente a produção do Brasil é exportada para mais de 140 países. Porém é importante conhecermos os principais destinos da produção brasileira, como também o volume importado por parte desses países, o que ao longo das décadas auxiliou para o Brasil figurar a muitos anos entre os maiores produtores e exportadores de carne de frango do mundo.

Foi divulgado no último dia 15 (sexta), os números detalhados das exportações de carne de frango brasileira. Segundo a ABPA (Associação Brasileira de Proteína Animal), as vendas de carne de frango para mercados da Ásia, da África e da Europa mantiveram o movimento das exportações brasileiras no ano de 2020.

 

Como já se sabe, o maior importador da carne de frango brasileira é a Ásia, que em 2020 importou 1,635 milhão de toneladas, representando resultado 5,8% superior ao registrado no mesmo período de 2019. A China, que atualmente representa 16,3% do total das importações brasileiras, no ano passado importou 673,2 mil toneladas (+15%). Outro mercado importante, a África apresentou um aumento de 5,1% maior em relação a 2019, com 555,7 mil toneladas importadas ao longo de 2020.

 

Os números de exportação da carne de frango se mostram aquecidos mesmo em momentos complicados como o que vivemos em meio a pandemia da COVID-19, mostrando dessa forma que o Brasil, se coloca mais uma vez como um parceiro comercial confiável, assim como colocado pela pesquisadora do Cepea Juliana Ferraz, em entrevista ao Canal Rural no final do ano passado.

 

O sucesso das exportações brasileiras já é consolidado há muitos anos. E para lhe ajudar a entender como é o atual cenário das exportações brasileiras, apresentamos para você quais os principais destinos internacionais da produção de carne de frango no Brasil e como a relação com outros mercados se desenvolve ao longo dos anos.

 

Retrospecto em 2020

 

Principal destino das exportações de carne de frango do Brasil, a Ásia importou 1,635 milhão de toneladas nos 12 meses de 2020, resultado 5,8% superior ao registrado no mesmo período de 2019. Principal destino das exportações brasileiras (destaque entre os maiores destinos) (com 16,3% do total), a China importou 673,2 mil toneladas (+15%). Outros destaques da região, Singapura e Vietnã importaram, respectivamente, 124,2 mil toneladas (+27%) e 53,1 mil toneladas (+105%).

 

Já para a África foram destinadas 555,7 mil toneladas ao longo do ano, resultado 5,1% maior em relação a 2019. Um dos destaques foi o Egito, com 58,7 mil toneladas (+15%).

 

Para a União Europeia (sexto principal destino das exportações brasileiras, considerada como um único mercado) foram exportadas 252,2 mil toneladas em 2020, volume 1% superior ao realizado no mesmo período de 2019.

 

Já para os países Extra-EU foram embarcadas no ano passado 120,3 mil toneladas, número 10,1% maior em relação ao efetivado no mesmo período de 2019. A Rússia é o destaque da região, com 83,9 mil toneladas (+30%).

 

Para os países do Oriente Médio foram exportadas 1,335 milhão de toneladas nos 12 meses de 2020, número 5,7% menor em relação ao mesmo período de 2019. O Iêmen e a Jordânia importaram, respectivamente, 112,4 mil toneladas (+6,1%) e 56,8 mil toneladas (+18,9%).

 

Por fim, para os países da América foram embarcadas 225,1 mil toneladas em 2020, número 15,5% menor em relação ao efetivado no ano interior.

 

“Os bons resultados na maior parte das regiões importadoras de carne de frango mostram a forte capilaridade das exportações brasileiras e reforçam as boas expectativas para os embarques em 2021, com a recuperação dos níveis de importações, em especial, para os principais destinos do Oriente Médio, que registraram melhora nos níveis das importações no último bimestre de 2020”, analisa Ricardo Santin, presidente da ABPA.

 

Conforme já divulgado pela associação na primeira semana de janeiro, as exportações brasileiras de carne de frango encerraram o ano de 2020 com alta de 0,4% em relação ao ano anterior, com total de 4,23 milhões de toneladas.

 

China

 

A China atualmente é o maior importador de carne de frango brasileira é sem dúvidas é o principal parceiro comercial do agro brasileiro.

 

Apesar do desejo das autoridades chinesas de que o país se torne forte na produção de carne frango, assim como já é forte na produção de carne suína, o país vem enfrentando uma das maiores dificuldades já observadas no agronegócio mundial. Desde 2018 a China, maior compradora de carne suína no mundo, vem enfrentando surtos da PSA (Peste Suína Africana), e em decorrência disso os plantéis de suínos do país asiatico caíram praticamente pela metade.

 

Com toda essa situação complicada, a segunda carne mais consumida no mundo que é a carne de frango foi a que teve maior elevação no consumo mundial entre as principais proteínas consumidas, chegando até mesmo a ocupar o posto de carne mais consumida em 2020. Porém entende se que esses números tendem a voltar ao que se encontrava antes, de maneira gradual ao passo que ocorre o restabelecimento dos plantéis de suínos na China, assim como já vem sendo sinalizado ao longo dos meses pelo Ministério da Agricultura da China.

 

Como já trouxemos no artigo Como o Brasil se tornou um gigante na produção de carne de frango?, citamos que o cenário atual com estes problemas na produção de carne suína mundial, não deixa de ser uma oportunidade de tentativa de mudança de hábito dos chineses, imaginando que podem passar a consumir mais carne de frango, da mesma maneira que consomem a carne suína em volume elevado, este cenário seria interessante pensando em um futuro para as exportações brasileiras e dessa forma manter os bons níveis das exportações brasileiras.

 

Filipinas

 

Mesmo não estando entre os 10 maiores importadores da produção de carne de frango brasileira, devemos fazer uma análise a longo prazo sobre as Filipinas, pois o país nos últimos anos passou da posição 24º em 2017; 21º em 2018; 18º em 2019 e até metade do ano de 2020 ocupava a 13º posição, segundo levantamento divulgado pelo AviSite. dessa forma se justifica a importância deste país para o futuro das exportações brasileiras pois certamente estará entre os maiores importadores da carne brasileira nos próximos anos.

 

No ano passado um caso emblemático trouxe certa apreensão no setor avícola brasileiro devido a colocação de embargos por parte de alguns países, inclusive pelas Filipinas. Os embargos foram aplicados após a China divulgar a presença de traços do novo coronavírus presente na embalagem de asas de frango que foram produzidas em uma cidade de Santa Catarina. Os embargos foram logo retirados e graças ao esforço de entidades brasileiras em prol do esclarecimento dos fatos, e assim, o Brasil inclusive teve novas habilitações de plantas frigoríficas para a exportação da carne de frango para estes países.

 
 

Um parceiro Comercial Confiável

 

Como já dito anteriormente o Brasil mesmo em momentos complicados como o que estamos atravessando neste momento de Pandemia da COVID-19, se mostra um parceiro comercial bastante confiável e muito desta credibilidade internacional que o agro brasileiro possui se deve a você profissional, que ajuda a cada dia o setor se desenvolver mais e mais.

 

A adoção de medidas de biosseguridade e rigidez nos processos produtivos para atender as demandas de mercados internacionais exigentes, assim como a busca das agroindústrias por habilitações para a produção da carne com a certificação Halal por exemplo, vem garantindo o sucesso do setor avícola brasileira nacional e internacionalmente.

 

E quando o assunto é o desenvolvimento do setor avícola brasileiro você sabe que pode contar o Avicultura Blog, essa mais nova ferramenta para auxiliar na disseminação do conhecimento para que juntos possamos desenvolver a Avicultura Brasileira! Então siga nossa página nas redes sociais para não perder nossos conteúdos que a cada semana, apresentam um novo tema para você. Nos siga em nossas redes sociais, interaja em nossas publicações, correções e complementos são sempre bem vindos, nos envie diretamente ou deixe nos comentários suas ideias e sugestões de temas que você quer ver aqui.

 

Vamos juntos ajudar a desenvolver a cadeia avícola através do conhecimento. Pois a Avicultura é nossa paixão!

Comentários: