Dra. Sherry Layton recebe prêmio especial por melhor pesquisa do ano com Biotech Vac Salmonella

  Lançada recentemente para a imprensa nacional, em evento realizado para jornalistas especializados do agronegócio brasileiro, a Biotech Vac Salmonella vem rendendo bons frutos tanto aos avicultores que confiaram nesta nova geração de vacinas contra salmonelas paratíficas quanto à sua própria criadora. 

Diretora de Biotecnologia da Vetanco, a pesquisadora Sherry Layton recebeu, neste mês de outubro, um prêmio especial para a melhor pesquisa do ano por sua publicação sobre o sistema imunológico com Biotech Vac Salmonella. A homenagem foi entregue durante a 12ª Conferência Internacional sobre Doenças Infecciosas Emergentes, realizada nos dias 22 e 23, em Roma, na Itália.

A Biotech Vac Salmonella foi desenvolvida pela Dra. Sherry, formada pela Universidade de Arkansas, um dos maiores centros de desenvolvimento e sanidade avícola mundial, considerado referência junto da Universidade da Geórgia, nos Estados Unidos.

A pesquisadora também foi convidada a dar a mensagem de boas-vindas a pesquisadores de todo o mundo, durante a conferência.

“Estamos cientes de como as doenças infecciosas emergentes podem afetar todos os aspectos da vida em todo o mundo, já que todos nós temos experimentado esse fenômeno em primeira mão nos últimos 20 meses. Tornando mais crítico do que nunca formar colaborações significativas que nos permitem avançar rapidamente em pesquisa e desenvolvimento nesta sociedade tecnologicamente avançada. Permitindo a todos nós um maior entendimento para mais rapidamente fornecer soluções para reduzir e combater as doenças a que estaremos expostos no futuro”, destacou a Dra. Sherry, em sua mensagem de boas-vindas em nome do Comitê Organizador e Científico do evento.

A tecnologia de subunidade

A Biotech Vac Salmonella foi desenvolvida com a tecnologia de subunidade e a Vetanco é o primeiro laboratório no mundo a utilizar essa tecnologia na avicultura.   

Por utilizar a tecnologia de subunidade, esta vacina é a única que fornece proteção contra várias estirpes e sorotipos de salmonelas paratíficas, induzindo imunidade de mucosas e sistêmica. Oferece ampla proteção contra os sorogrupos B, C e D e pode ser utilizada em frangos de corte, postura comercial e matrizes pesadas. 

Entre os benefícios da Biotech Vac Salmonella está a proteção de forma segura, já que não é uma vacina viva, portanto, não oferece risco às aves, nem ao manipulador, e sua aplicação acontece via água de bebida. A vacina também não interfere nas monitorias sanitárias e, além disso, conta com a estratégia DIVA, que permite diferenciar o animal vacinado do infectado.

Fonte: Assessoria de imprensa

Crédito Imagem: Divulgação\Vetanco

 

Gostou deste conteúdo? Nos siga agora em nossas redes sociais para não perder nenhuma informação sobre o universo da Avicultura no Brasil e no planeta!

Comentários: