Aviagen renova certificação de compartimentação no Brasil

O mês de Novembro começou com novidades promissoras para a unidade brasileira da Aviagen®, que renovou mais uma vez o certificado de compartimentação para 13 unidades de produção localizadas nos estados de São Paulo e Minas Gerais. A certificação permite que a Aviagen continue exportando avós e matrizes Ross® 308 AP, caso ocorra algum foco ou surto de Influenza Aviária ou Doença de Newcastle em alguma granja do território nacional.

Certificada desde 2019 no Brasil, a empresa também conta com a compartimentação em suas operações na Colômbia, desde 2020, e no Reino Unido, Estados Unidos e Índia – sendo que a sua unidade no Reino Unido já se utilizou da compartimentação para exportar aves para a África do Sul e Japão.

A compartimentação

As aves originam-se de granjas aprovadas, conhecidas como “compartimentos livres” e passam por critérios de avaliação rígidos. O sistema é inspecionado por órgãos governamentais que certificam a unidade produtiva como livre de doenças, fisicamente isolada das populações avícolas vizinhas e gerenciada de acordo com um rígido controle de biossegurança. Além da maior segurança biológica, outros aspectos de importância para a compartimentação são o acompanhamento periódico de veterinários, assim como eficazes sistemas de identificação, rastreabilidade e vigilância.

Outro fator de relevância é o continuo monitoramento das ações que configuram o sistema, as quais devem ser mantidas em atividade de maneira sistemática. “Para obtermos (ou renovarmos) essa certificação, a empresa precisa comprovar, através de documentos, que possui procedimentos de biossegurança diferenciados, ou seja, ao obtermos esta certificação demonstramos aos nossos clientes que realmente operamos com biossegurança máxima, o que garante a sanidade do nosso plantel”, afirma.

Detentora de um dos maiores núcleos de compartimentação no Brasil, a Aviagen garante um controle sanitário ainda maior, influenciando diretamente no rendimento econômico da produção. “Nossas granjas contam com todos os procedimentos necessários para evitar a introdução de patógenos em seu plantel e isso garante que o material genético da Aviagen chegará aos clientes, sem interrupção”, destaca Lima.

Ainda segundo Lima, vale lembrar que a certificação garante também que todas as instalações dentro do compartimento certificado estão aprovadas para a exportação segura de material genético.

Gostou deste conteúdo? Nos siga agora em nossas redes sociais para ficar por dentro das informações da Avicultura no Brasil e no planeta! 

Comentários: