Pular para o conteúdo

Avicultura Blog

AURORA COOP anuncia suspensão de frigorífico no Rio Grande do Sul

532 colaboradores serão transferidos para outras unidades e produtores cooperados serão indenizados caso enfrentem atrasos na entrega de aves

 

Na manhã desta sexta-feira (28) AURORA COOP anunciou a suspensão temporária das operações no Frigorífico Aurora Tapejara I (FATA I) em Tapejara (RS) para investir R$ 82 milhões em melhorias. O objetivo é modernizar a planta, adquirir o SIF para exportação e aumentar a capacidade de abate de aves de 42.000 para 76.000 por dia.

Durante a suspensão, 532 colaboradores serão transferidos para outras unidades. Os produtores cooperados serão indenizados caso enfrentem atrasos na entrega de aves. A cooperativa reafirma seu compromisso com o desenvolvimento sustentável na região do noroeste gaúcho.

Confira o Comunicado na integra

“A Cooperativa Central Aurora Alimentos (AURORA COOP) comunica que, em razão da necessidade de melhorar o mix de produção da planta avícola – Frigorífico Aurora Tapejara I (FATA I) – localizada em São Silvestre, no município de Tapejara (RS), suspenderá temporariamente as operações industriais, onde serão investidos mais de R$ 82 milhões de reais.

A suspensão iniciará no dia 14/08 retornando às atividades com a maior brevidade possível. Nesse período serão instalados novos equipamentos, modernizadas as linhas de produção e implantadas adequações nas instalações fabris. O objetivo é preparar a unidade agroindustrial para o processamento de novos produtos, além da obtenção do SIF (Serviço de Inspeção Federal) e habilitação para o mercado externo. No momento a unidade opera com o SISBI (Sistema Brasileiro de Inspeção de Produtos de Origem Animal) e produz exclusivamente para o mercado interno.

Atualmente, o Frigorífico Aurora Tapejara I (FATA I) abate 42.000 aves por dia. Com os investimentos, passará a abater aproximadamente 76.000 aves por dia, trabalhando em turno único. A planta poderá posteriormente operar em dois turnos de abate, duplicando a sua capacidade.

Para assegurar a empregabilidade da força de trabalho, os 532 colaboradores diretos serão mantidos nos quadros da AURORA COOP, devendo ser transferidos para as outras unidades que a empresa mantém na região, inclusive no próprio município, no Frigorífico Aurora Tapejara II (FATA II).

Por outro lado, em face da suspensão temporária haverá ajuste operacional na produção a campo. Os lotes de aves entregues pelos produtores que formam a base produtiva serão direcionados ao Frigorífico Aurora Tapejara II (FATA II). O intervalo entre os lotes será ampliado para adequação do fluxo de produção das granjas à capacidade de processamento industrial. Para evitar prejuízos aos avicultores, a AURORA COOP indenizará aqueles produtores cooperados que tiverem intervalo superior à média praticada durante o período em que a unidade Frigorífico Aurora Tapejara I (FATA I) esteve em operação.

 Com as medidas anunciadas, a AURORA COOP reafirma seu compromisso com a modernização das indústrias, aperfeiçoamento de processos e melhoria contínua das condições de produção e trabalho, tudo isso emoldurado por uma política de sustentabilidade, calcada na valorização da vida, na defesa ambiental e na integração comunitária.

 O noroeste gaúcho pode continuar contando com a AURORA COOP para o seu desenvolvimento social e econômico sustentado.”

 

Fonte: AURORA COO

Comentários: